https://www.facebook.com/pg/saudeiguaracy/posts/?ref=page_internal

Desemprego e miséria serão o futuro dos que apoiam a tirania do isolamento social, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar o isolamento social como mecanismo de minimizar a disseminação da Covid-19 no Brasil. Em pé de guerra com governadores e prefeitos, que na sua maioria tem optado por medidas que diminuem a dinâmica social, capitão afirmou em post no Twitter, na manhã deste sábado (16), que o futuro dos que apoiam esta “tirania” será o “desemprego” e a “miséria”.
No vídeo compartilhado por Bolsonaro, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni (DEM), enaltece a atuação do presidente que se preocupa com os efeitos econômicos da crise do novo coronavírus. O titular da pasta responsável pela estruturação do auxílio-emergencial, que causou aglomerações nas filas da Caixa Econômica, foi “atacado” por governadores e prefeitos por seu posicionamento.
Onyx diz ainda que que o Brasil tem uma das menores taxas de óbitos por milhão de habitantes em comparação a outros países, mas a relação não faz tanto sentido, já que é preciso estabelecer um parâmetro a partir da data do primeiro caso. Países da europa com alta taxa de mortalidade registraram a primeira ocorrência antes do Brasil, o que significa que o país ainda deve atingir o pico de casos e mortes pelo novo coronavírus.