https://www.facebook.com/pg/saudeiguaracy/posts/?ref=page_internal

Ministério da Saúde diz que pico do coronavírus ocorrerá entre maio e julho

Segundo o secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, ainda não é possível dizer com precisão quando ocorrerá o pico dos casos do novo coronavírus (Covid-19). Os estados que mais estão sendo afetados são Amazonas, Ceará, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo. De acordo com o secretário, o que se pode garantir é que o pico da doença será entre os meses de maio, junho e julho.
“Quando nós avaliamos o número de óbitos, é uma conclusão de duas, três semanas atrás. A situação no Amazonas, Ceará e Pernambuco segue uma tendência de padrão muito similar, de doenças respiratórias nessas regiões. São Paulo e Rio já apresentam padrões mais distintos. Não posso dizer quando seria o pico da pandemia”, explica o secretário.
O Ministério da Saúde, até o mês de março deste ano, afirmava que o pico da doença seria entre o final de abril e começo de maio. Porém, o número de casos da doença e mortes decorrentes do Covid-19 estão crescendo neste período. “Ainda não dá para dizer quando chegaria o pico da crise. O isolamento social reduz a curva de casos. Ainda não sabemos em que data exata isso ocorrerá. O que posso dizer é que será entre maio, junho e julho, não tenho dúvida”, completa.