https://www.facebook.com/pg/saudeiguaracy/posts/?ref=page_internal

Cidades do Sertão de PE mostram reação no número de empregos, segundo Caged


Empresa de exportação de manga em Petrolina — Foto: Reprodução/ TV Grande Rio
Enquanto o Brasil passa por uma crise no mercado de trabalho com mais de 1 milhão de vagas de emprego fechadas no primeiro semestre de 2020, sendo mais de 10 mil só em junho, dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) mostram que o cenário começa a mudar em algumas cidades do Sertão de Pernambuco. Petrolina, Salgueiro e Araripina voltaram a apresentar saldos positivos depois de meses, principalmente devido à agroindústria.
Em uma empresa de exportação de manga que fica em Petrolina, a produção está bastante acelerada. A empresa, que fica na BR-407, o número de exportações de manga para a Europa e Estados Unidos aumentou em 20% nos últimos meses, em relação ao mesmo período de 2019. Para o mercado interno, a procura também deu um salto. O crescimento foi inesperado para uma pandemia. Com tanta gente em casa, o consumo de frutas mais que dobrou e foi preciso reforço no quadro de funcionários.
Desde o início da pandemia, a empresa está fazendo contratações. Somente no mês de julho foram admitidos mais 100 colaboradores para as áreas administrativas e campo. Em agosto, quando inicia a segunda safra, vão ser contratados mais 150 funcionários para o packing house.
“A previsão era de que não houvessem negócios, mas a gente conseguiu, justamente, por conta deste consumo. As pessoas se preocupando mais com a alimentação mais saudável. A fruta tem vitaminas e a gente percebeu esse consumo acima até de 20% a mais que o ano passado”, destacou a gerente de Recursos Humanos, Pollyana Santos.Quanto mais gente chegando, mais cuidado com a prevenção. A seleção é virtual. Segundo a gerente de RH, o recrutamento e treinamento estão sendo realizados de forma remota. “As entrevistas, a maioria, on-line, de forma virtual. A gente fez muita coisa por telefone, pela internet, usamos plataforma, treinamentos on-line. Então a gente fez o que a gente pôde fazer para preservar as pessoas, ter essa segurança maior e fazer com que se sentissem seguros vindos para a empresa. Nós seguimos o protocolo e todos os cuidados necessários de higienização, até mesmo no campo, onde é ao ar livre, todos os nossos colaboradores receberam máscara e álcool. Nós duplicamos os números de veículos para que todos tivessem segurança no transporte e higienização de todas as áreas em comum”, disse a gerente de RH.
Esse cenário vai na contramão do restante do país. Segundo dados do Caged, o Brasil encerrou o primeiro semestre deste ano com saldo negativo, com 906 mil demissões. Em Pernambuco foram 20.651 desligamentos e pouco mais de 17 mil admissões. A agroindústria trouxe um saldo positivo com a geração de 647 vagas de emprego no estado.
Em algumas cidades do Sertão, os números também são bons. Araripina, só no mês de junho, foram 59 contratações e 49 demissões. Salgueiro fez 87 admissões e 67 desligamentos. Petrolina, que desde fevereiro não apresentava crescimento, voltou a empregar mais no mês de junho. Foram quase 2 mil contratações e 1.271 demissões.