Pico atual de mortes por Covid-19 supera fase mais grave de 2020 em sete estados


Em 7 das 27 unidades federativas do Brasil o pico de mortes por Covid-19 em 2021 já superou o ponto mais alto da pandemia em 2020. Em Roraima, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Paraná e Amazonas, a semana mais letal deste ano soma mais mortes que a pior do ano passado.
Nesta quarta (24), o Brasil ultrapassou a marca de 250 mil mortes por Covid-19.
Embora não haja consenso entre especialistas se o Brasil vive uma segunda onda da pandemia ou apenas um repique da primeira, em quase todos os estados o número de mortes voltou a crescer após um período de queda.
No Amazonas, onde esse fenômeno é mais expressivo, a semana com mais óbitos, no fim de janeiro, teve mais que o dobro de mortes daquela em que mais morreram pessoas em 2020: 149 e 66, em média, por dia, respectivamente.
O estado, que enfrentou grave colapso do sistema de saúde em abril do ano passado e em janeiro deste ano, é um caso incomum.