Ucrânia e Rússia adotam tom otimista e veem chance de acordo nos próximos dias

Dirigentes da Rússia e da Ucrânia deram amostras neste domingo, 13, de que os dois países podem chegar a um acordo de cessar-fogo nos próximos dias. Do lado ucraniano, Mikhailo Podoliako, assessor do presidente Volodymyr Zelensky e que participa ativamente das negociações com Moscou, declarou que a Rússia começou a falar “de forma construtiva”. “Acho que alcançaremos alguns resultados literalmente em questão de dias. Nossas demandas são o fim da guerra e a retirada das tropas. Vejo um entendimento e há um diálogo.” Os russos também falam em “progressos substanciais” nas negociações com Kiev. “Segundo as minhas expectativas, esse progresso pode crescer nos próximos dias em uma posição conjunta de ambas as delegações, em documentos para assinatura”, disse Leonid Slutski, que participa das negociações em nome do governo de Vladimir Putin.
Os Estados Unidos também acreditam que a Rússia caminha para um acordo. Em entrevista à Fox News, a vice-secretária de Estado, Wendy Sherman, disse que a pressão americana sobre Putin começou a surtir efeito. “Estamos vendo alguns sinais de negociações sérias e reais”, disse. Por outro lado, ela manifestou a sua impressão de que o presidente da Rússia “tem a intenção de destruir a Ucrânia”. Neste domingo, data em que a guerra completou 18 dias, o exército russo bombardeou uma base militar perto da Polônia. O ataque deixou ao menos 35 mortos.
Fonte: Jovem Pan

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232