Pernambuco registra terceiro caso suspeito de hepatite misteriosa


O terceiro caso suspeito de uma hepatite aguda grave, com origem ainda desconhecida, foi notificado pela Secretaria de Saúde de Pernambuco nesta quarta-feira (11). Essa é a segunda criança no estado, além de um adolescente, com o diagnóstico que vem gerando um alerta nas autoridades de saúde de todo o mundo.
Essa terceira notificação apontou uma menina de três anos, moradora de Glória do Goitá. Ela chegou ao Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip) no início do mês, apresentando sintomas de febre, pele amarelada (icterícia) e volume na região do abdômen, e segue internada para receber assistência médica e fazer exames complementares.
Antes dela, outros dois casos já haviam sido registrados pelo governo local. O primeiro, um bebê do gênero masculino e de um ano, que mora em Totirama e ficou sendo monitorado no Hospital Mestre Vitalino, na cidade de Caruaru, até o dia seis desse mês, quando recebeu alta.
O segundo caso notificado foi de um adolescente de 14 anos. O garoto é da cidade de Salgueiro e segue internado. Primeiramente, ele foi levado ao Hospital Getúlio Vargas, e depois transferido para o Hospital Universitário Oswaldo Cruz, onde permanece até então.
De acordo com uma nota divulgada pela Secretaria de Saúde de Pernambuco, esses três casos permanecem sob investigação das autoridades através de exames. Um monitoramento epidemiológico nos municípios onde e doença foi encontrada também está sendo feito, segundo o governo.

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232