Mostrando postagens de Maio 12, 2016Mostrar tudo

Corações de humanos e seus cães batem em sincronia

Todo mundo que gosta de cachorro sabe que o vínculo entre os bichinhos e humanos é muito forte.
Mas um novo estudo mostra que essa conexão pode ser ainda mais forte. A pesquisa apontou que os corações dos cães e de seus tutores são capazes de bater em sincronia.
A experiência foi feita pela Universidade Monash, na Austrália, em parceria com uma empresa de rações. Os cientistas monitoraram os corações de três pares de humanos e seus cachorros. Os pares foram separados e reunidos em seguida. Quando eles ficaram juntos novamente, o número de batimentos cardíacos das pessoas e dos cães baixou, refletindo os padrões uns dos outros.
De acordo com os cientistas que realizaram o experimento, o resultado demonstrou que tanto humanos como cães se beneficiam do convívio mútuo. Anteriormente já havia sido provado que os cães ajudam a reduzir nosso nível de estresse, mas agora tudo indica que eles também se favorecem do relacionamento com as pessoas.
Essa redução de estresse causada pelo convívio com os animais faz uma diferença significativa no nosso bem-estar e no deles também. Agora temos uma nova desculpa para passarmos cada vez mais tempo com nossos bichinhos.

Concurso dos Correios R$ 2.885,37 PARA NÍVEL MÉDIO

O concurso público dos Correios já era para ter ocorrido ano passado. Mas a boa notícia é que um novo concurso da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos deverá finalmente ser realizado em 2016.
A seleção deverá ser para agente de Correios, de nível médio, nas funções de carteiro e operador de triagem e transbordo. As remunerações iniciais são de pelo menos R$ 2.885,37 (carteiro) e R$ 2.348,87 (operador). A expectativa é que o edital seja divulgado no meio do ano.
Já a estatal afirma que está reavaliando a quantidade de vagas a serem preenchidas e a necessidade de pessoal em cada localidade e que tão logo o estudo seja concluído dará ampla divulgação ao assunto.
Por sua vez, a Portaria nº 17, do Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest) do Ministério do Planejamento, publicada no último dia 23, no Diário Oficial da União, os Correios têm 223 vagas ociosas em seu quadro. Isso porque a portaria fixou em 118.624 o total de vagas no quadro de pessoal da empresa, das quais 118.401 estão preenchidas. Apesar de a quantidade de vagas ociosas atualmente ser pequena, a oferta do concurso tende a ser maior, já que até a publicação do edital muitos trabalhadores deverão deixar a empresa.
O diretor regional dos Correios no Rio de Janeiro, Márcio Vieira, falou da reavaliação das demandas, a quantidade de vagas para o estado deverá aumentar um pouco. Partiu de Vieira a informação de que o edital deverá ser divulgado muito provavelmente em meados deste ano.
Publicado por Jornal Folha do Progresso

Garoto encontra cidade maia e provoca dúvidas entre arqueólogos

Uma cidade maia perdida no meio da floresta foi descoberta graças ao trabalho de um astuto garoto de 15 anos. 
O feito do canadense William Gadoury está rodando o mundo e seu achado será publicado em uma revista científica, segundo notificou o diário Journal de Montreal. Sua "descoberta" porém é fonte de dúvidas e desconfianças por parte de arqueólogos especializados em assuntos maias.
Gadoury sempre foi interessado pela civilização maia, que habitou a região onde atualmente estão o sul do México, Guatemala e Belize. Ele associou as cidades deste povo com as estrelas e teve a sacada de sobrepor as 22 constelações previstas nos escritos antigos do Códice Maia de Madri ao Google Mapas. 
O garoto descobriu que as posições das estrelas correspondiam à localização das antigas cidades maias e que as estrelas mais brilhantes identificavam os maiores centros.
Gadoury encontrou 117 estrelas correspondentes a povoados maias, porém reparou que havia uma estrela que não possuía cidade identificada. E foi aí que nasceu sua grande descoberta. Na posição dessa 118ª estrela, em ponto longínquo da Península de Iucatã, teria existido uma cidade maia.
Imagens de satélite confirmaram que no local indicado pelo garoto há estruturas com formas geométricas e outros 30 prédios. Gadoury batizou seu achado de K'aak Chi (boca de fogo). O local é difícil de ser explorado por causa mata fechada. A agência espacial canadense (CSA) confirmou que as imagens de satélite dão claros sinais de que se trata mesmo de uma cidade.
images
Dúvidas
A "descoberta" do garoto é vista com cautela por arqueólogos especializados na pesquisa sobre a civilização maia. Muitos refutam uma possível conexão entre as estrelas e a construção das cidades mais. Os especialistas defendem que, antes de considerar os astros, os maias levavam em consideração outros fatores antes de erguer suas cidades tais como fontes de água, matérias-primas e solo para o cultivo.
De acordo com notícia divulgada pelo El País, O Instituto Nacional de Antropologia e História do México, "não pode avalizar a existência dessa cidade, nem as informações apresentadas pelo jornal canadense". A instituição também afirmou que a "teoria que propõe que os maias construíram cidades a partir de constelações foi descartada por seus arqueólogos."

VEJA ONDE COMPRAR NO COMÉRCIO DE IGUARACY

http://www.iguaracy.compreaquisertao.com/
COMPRAR NO ATACADO
· Bomboniere Nossa Senhora Aparecida: (87) 98838-2014 / 98825-9249 (Veja Anúncio)
CONSTRUIR E REFORMAR
· Heleno Pedreiro: (87) 98812-7767 / 99168-5970 (Veja Anúncio)
· JJ Construções: (87) 98833-6990 / (87) 3837-1345 (Veja Anúncio)
NEGÓCIOS DIVERSOS
· Carnaíba Net: (87) 3854-1414 (Veja Anúncio)
· Educa + Escolinha: (87) 988285804 / 988676056 / 98822-0446 (Veja Anúncio)
· Freitas Prestadora de Serviços: (87) 3837-1307 / 98808-2016 (Veja Anúncio)
· Nina Pé Quente: (87) 98864-2589 (Veja Anúncio)
· Rica Moto Taxi: (87) 98844-8122 (Veja Anúncio)
ONDE BEBER E COMER
· Bar e Restaurante o Caboclo: (87) 98841-9816 (Veja Anúncio)
· Restaurante São Luiz: (87) 98845-2753 (Veja Anúncio)
· Restaurante Sousa: (87) 98833-5204 (Veja Anúncio)
ONDE FICAR
· Posto e Pousada São Gabriel: (87) 3837-1201 (Veja Anúncio)
ONDE MORAR
· Loteamento Santa Edwiges: (87) 98828-3613 / (87) 99908-8747 (Veja Anúncio)
· Venda e Aluguel de Casas e Chão de Casas: (Veja Anúncio)
ONDE VESTIR E CALÇAR
· Alé Modas: (87) 98832-9184 (Veja Anúncio)
· Atitude Store: (87) 3837-1429 / 98872-3923 / (98) 1848-4695 (Veja Anúncio)
· Estar Bela Mix: (87) 3837-1146 (Veja Anúncio)
· Juju Confecções: (87) 98857-7091 / 98848-0250 (Veja Anúncio)
· MB Calçados: (87) 3837-1114 / 98864-9253 (Veja Anúncio)
· Quitéria Variedades: (87) 3837-1107 / 98864-3431 (Veja Anúncio)
· Rejane Confecções e Variedades: (87) 98828-8760 (Veja Anúncio)
PARA O SEU LAR (ALIMENTOS E UTENSÍLIOS)
· Avícola do Jair: (87) 98833-3754 (Veja Anúncio)
· Lojas VE: (87) 3837-1345 (Veja Anúncio)
· Mercadinho Gomes Tavares: (87) 98844-9601 / (87) 99950-1893 (Veja Anúncio)
· Paraíso das Frutas: (87) 98842-9507 (Veja Anúncio)
· Sérgio do Gás: (87) 98856-9872 (Veja Anúncio)
· Siqueira Móveis: (87) 3837-1146 (Veja Anúncio)
PARA VOCÊ OU PRESENTEAR
· Micelene Cosméticos: (87) 3837-1174 (Veja Anúncio)
· Chico do Ouro: (87) 98859-8171 / 99992-9749 (Veja Anúncio)
PARA SEU VEÍCULO
· Bruno Motos Som e Acessórios: (87) 3837-1220 / 99606-0929 (Veja Anúncio)
· Júnior Motopeças: (87) 98831-7207 (Veja Anúncio)
· Oficina do Manasses: (87) 98872-4426 (Veja Anúncio)
PARA SUA SAÚDE
· Farmácia Souza: (87) 3837-1194 (Veja Anúncio)

Jair Bolsonaro é batizado por pastor no rio Jordão

Pré-candidato a presidente confessou Jesus publicamente e foi batizado por pastor no rio Jordão
Jair Messias Bolsonaro encontrou com o Messias Jesus Cristo. Em vídeo divulgado nas redes sociais, o deputado federal pelo Partido Social Cristão (PSC) e pré-candidato à presidência da República surpreendeu ao ser batizado por um pastor no rio Jordão, em Israel.
Ao lado de outros membros do seu partido, ele está fazendo uma “visita técnica” à Terra Santa, para conhecer tecnologias e estreitar a relação entre os países. Participaram como convidados especiais da cerimônia de celebração dos 68 anos de Independência de Israel.
Liderados pelo pastor Everaldo, presidente da legenda, além de Jair, compõem a equipe o deputado federal Eduardo Bolsonaro (SP), os deputados estaduais Flávio Bolsonaro, Felipe Soares, do Rio de Janeiro e Noraldino Júnior, de Minas Gerais, o vereador Carlos Bolsonaro (RJ) e a secretária de desenvolvimento do Ceará, Nicolle Barbosa.
Após visitas ao Knesset [Parlamento Israelense] e alguns ministérios, eles também visitaram lugares turísticos, como o “Jardim do Túmulo”, local onde o corpo de Jesus foi colocado depois da crucificação.
No vídeo que circula nas redes, o pastor Everaldo conduz uma cerimônia de batismo por imersão, seguindo a tradição da maioria das igrejas evangélicas. Bolsonaro está entre as pessoas que decidiram confessar publicamente sua fé em Jesus Cristo como Filho de Deus e salvador, sendo batizado em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme a instrução bíblica.
Bolsonaro até o momento não se identificava publicamente como evangélico. Ele é amigo de vários pastores, como Marco Feliciano, e Silas Malafaia. Sabe-se ainda que sua esposa é membro da Assembleia de Deus Vitória em Cristo no Rio de Janeiro.
O filho Flávio, pré-candidato à prefeitura do Rio é membro de uma igreja batista, enquanto Eduardo defendendo os valores cristãos na Câmara. O portal Gospel Prime tentou contatar a assessoria do deputado, mas não obteve retorno.
Assista:

"Ordem e Progresso" será slogan do governo de Temer

O slogan do governo de Michel Temer será “Governo Federal: Ordem e Progresso”. A informação foi divulgada antecipadamente pelo marqueteiro do PMDB, Elsinho Mouco, um dos idealizadores do novo conceito, nesta quinta-feira, quando Temer assumiu interinamente a presidência da República, após o afastamento de Dilma do governo pelo Senado Federal, tendo em vista a admissibilidade do processo de impeachment contra ela. No entanto, a assessoria do partido não confirma que a escolha do slogan seja definitiva.
A ideia do novo conceito, que substitui o lema “O Brasil: Pátria Educadora”, criado pelo governo Dilma, teria surgido nesta quarta-feira, quando Mouco teve uma reunião com a equipe de Temer para definir a imagem do novo governo.
Nas redes sociais já circula uma imagem que seria a usada pelo governo Temer para difundir o novo slogan, que mostra a esfera azul da bandeira do Brasil com a frase “Ordem e Progresso”, com as palavras “Brasil” e “governo federal” ao fundo.

Manterei Bolsa Família e Lava Jato, diz Temer em 1º discurso

O presidente interino Michel Temer (PMDB) reforçou, em seu primeiro discurso na tarde desta quinta-feira (12), no Salão Leste do Palácio do Planalto, em Brasília, que manterá programas sociais dos governos anteriores, como o Bolsa Família, e que assegurará a continuidade da Operação Lava Jato. Temer falou horas depois de ter assumido as funções da presidente afastada, Dilma Rousseff.
"Portanto, reafirmo: vamos manter os programas sociais. O Bolsa Família, Pronatec, Fies, Minha Casa Minha Vida e muitos outros deram certo e terão sua gestão aprimorada. Não temos que destruir o que foi feito pelos outros governos. Pelo contrário, devemos prestigiar aquilo que deu certo", prometeu.
Pedro Ladeira/Folhapress
Michel Temer (PMDB) faz seu primeiro pronunciamento como presidente interino
Sobre a Lava Jato, Temer disse que a operação da Polícia Federal "tornou-se referência, e daremos proteção contra qualquer tentativa de enfraquecê-la". O presidente interino aproveitou para dizer que respeita a presidente afastada Dilma Rousseff, com "respeito institucional", sem querer entrar em detalhes nos motivos que a afastaram.
Ele iniciou o discurso pedindo confiança aos brasileiros. "Confiança nos valores que formam o caráter de nossa gente, na vitalidade de nossa democracia, na recuperação da economia, nos potenciais do nosso país, nas instituições sociais e políticas".
Com o salão lotado de políticos, Temer destacou que pretende manter uma boa relação com a classe. "Queremos uma base parlamentar sólida, que nos permita conversar com a classe política e também com a sociedade. É preciso governabilidade. E governabilidade exige aprovação popular ao próprio governo. A classe política unida ao povo conduzirá ao crescimento do país. Todos os nossos esforços estarão centrados na melhoria dos processos administrativos, o que demandará maior eficácia da máquina governamental", argumentou.
A expressão "Ordem e Progresso", presente na bandeira do Brasil, é considerada por Temer como o slogan do seu governo. "A expressão da nossa bandeira não poderia ser mais atual", disse antes de acabar seu pronunciamento.
No final de seu discurso, o presidente interino diz que quer fazer um governo "fundado em alto critério religioso". "Vamos religar toda a sociedade com os valores fundamentais do país", afirmou, pedindo que Deus abençoe a todos.
Economia
O discurso teve também vários recados sobre a situação econômica. Em seu pronunciamento, citou a crise que começou no governo Dilma e assegurou que as eventuais mudanças na lei trabalhista e na aposentadoria não vão afetar direitos adquiridos dos trabalhadores.
"Tenho compromisso com reformas, mas quero fazer uma observação. Nenhuma das reformas alterará os direitos adquiridos pelos cidadãos brasileiros". Ele disse que vai respeitar a Constituição e ouvir a sociedade antes de qualquer mudança.
Temer disse que uma das prioridades é cortar gastos e recuperar as finanças do governo. Para isso, deu como primeiro exemplo a redução no número de ministérios --agora são 23, contra 32 de Dilma-- e revelou um plano para cortar "milhares" de cargos sem concurso público no governo federal.
Temer foi notificado do afastamento de Dilma por volta das 11h30 desta quinta-feira e se tornou, oficialmente, o mandatário interino enquanto durar o processo de impeachment no Senado, cujo prazo máximo são 180 dias.
O mandado de notificação assinado por Temer informa que, a partir do recebimento da intimação de Dilma, "está instaurado o processo de impedimento por crime de responsabilidade", ficando ela suspensa de suas funções até a conclusão do julgamento no Senado.
Segundo o mandado, Dilma durante o período continuará morando no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência. Também terá direito a transporte aéreo presidencial, equipe a serviço do gabinete pessoal, apoio à saúde, carros e motoristas, além de manter salário de R$ 31 mil.
Ministério novo
Enquanto o processo de impeachment tramitava no Senado, Michel Temer fez várias reuniões de articulações e decidiu reformular os ministérios para seu governo interino. À exceção dos ministros Alexandre Tombini (presidente do Banco Central) e Ricardo Leyser (interino dos Esportes), todos os integrantes do primeiro escalão do governo da presidente Dilma Rousseff pediram demissão em conjunto. No entanto, Tombini e Leyser não vão compor o novo ministério.
O peemedebista acabará com o Ministério da Cultura, integrando-o ao Ministério da Educação. Outra medida foi fundir a Secretaria de Direitos Humanos com o Ministério da Justiça, que passará a ser chamado de Ministério da Justiça e Cidadania.
Antes mesmo do anúncio, o novo quadro de ministros causou polêmica. Marcos Pereira, cotado para a Ciência, foi criticado por ser pastor licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus. Acabou sendo trocado por Gilberto Kassab.
Depois da forte reação negativa das Forças Armadas à informação de que Newton Cardoso Jr. (PMDB-MG) seria o ministro da Defesa, Temer mudou de ideia sobre a indicação ao deputado mineiro, criticado por não ter tradição nem experiência na área. Em seu lugar, entrou Raul Jungmann.

Veja abaixo a lista completa da equipe ministerial da gestão de Michel Temer como presidente interino:
* Alexandre de Moraes, ministro da Justiça e Cidadania
* Bruno Araújo, ministro das Cidades
* Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
* Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil
* Fabiano Augusto Martins Silveira, ministro da Fiscalização, Transparência e Controle (ex-CGU)
* Fernando Coelho Filho, ministro de Minas e Energia
* Geddel Vieira Lima, ministro-chefe da Secretaria de Governo
* Gilberto Kassab, ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações
* Hélder Barbalho, ministro da Integração Nacional
* Henrique Alves, ministro do Turismo
* Henrique Meirelles, ministro da Fazenda
* José Sarney Filho, ministro do Meio Ambiente
* José Serra, ministro das Relações Exteriores
* Leonardo Picciani, ministro do Esporte
* Mauricio Quintella, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil
* Mendonça Filho, ministro da Educação e Cultura
* Osmar Terra, ministro do Desenvolvimento Social e Agrário
* Raul Jungmann, ministro da Defesa
* Ricardo Barros, ministro da Saúde
* Romero Jucá, Planejamento, Desenvolvimento e Gestão
* Ronaldo Nogueira de Oliveira, ministro do Trabalho
* Sérgio Etchegoyen, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional
Do UOL

Pernambuco tem cinco nomes escalados para ministros no governo Temer

De Pernambuco, cinco nomes foram confirmados por Temer na formação do Ministério:
Mendonça Filho (DEM) para Educação e Cultura, Bruno Araújo (PSDB), para Cidades, Raul Jungmann (PPS) para Defesa e Fernando Filho (PSB) para Minas e Energia, mesmo sem chancela do partido.
Romero Jucá não tem base em Pernambuco mas é natural do Estado.

Conspirador, leal, bom negociador? Afinal, quem é Michel Temer?

Temer (ao microfone) nos tempos do governo Montoro (ao centro), seu padrinho político
Considerado discreto e hábil negociador, o advogado e professor de direito Michel Miguel Elias Temer Lulia (PMDB), 75, chega à Presidência da República, o maior desafio de sua trajetória, de forma interina, com uma larga experiência política e algumas suspeitas. Em 2016, com a fama de gostar do que faz, ele completa 35 anos de política partidária –sua militância começou, porém, há mais de 50 anos.
O presidente interino, nascido em 1940 na cidade de Tietê (a 143 km a noroeste da capital paulista), filiou-se ao PMDB em 1981, época em que o partido liderava a oposição à ditadura e Franco Montoro era senador e o principal líder da legenda emSão Paulo. Temer é o segundo pupilo de Montoro a chegar à Presidência da República –o primeiro foi Fernando Henrique Cardoso (PSDB).
Eleito governador de São Paulo em 1982, Montoro nomeou Temer como procurador-geral do Estado e depois como secretário da Segurança Pública. A atuação no governo do padrinho político serviu de trampolim para Temer arriscar-se em sua primeira candidatura. Lançou-se candidato a deputado federal em 1986 e conseguiu se eleger para participar da Assembleia Constituinte.

Democracia cristã
A ligação com Montoro remontava à década de 1960, quando este era um dos líderes do PDC (Partido Democrata Cristão). "Ele [Montoro] fazia um grupo de estudos. E eu trabalhei muito nas teses da democracia cristã, liderado pelo Montoro", afirmou Temer em entrevista publicada em seu canal no YouTube em 2014. Temer e Montoro, que era católico, também conviveram como professores na PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo).
Morto em 1999, Montoro era tido como político preocupado com o social, apesar de não ser socialista. Foi importante opositor da ditadura e artífice da campanha de redemocratização do país na década de 1980. Deixou o PMDB em 1988 para fundar o PSDB, partido com o qual Temer e os peemedebistas mantêm laços. (Continua...)

O que Temer pode e o que não pode fazer como presidente interino

Após decisão do Senado, a presidente Dilma Rousseff (PT) será julgada pela acusação de ter cometido crime de responsabilidade e, por isso, foi afastada. O vice-presidente, Michel Temer (PMDB), assume de forma interina por até 180 dias, sendo efetivado se Dilma for condenada ao fim do processo.
O UOL questionou os professores de direito constitucional Vladimir Pinto Coelho Feijó (Ibmec-MG) e Rubens Glezer (FGV-SP) sobre as atribuições de Temer como presidente em exercício durante o afastamento temporário de Dilma, e também sobre quais medidas ele pode tomar com e sem o apoio do Congresso Nacional. Veja as respostas:

O que Temer pode fazer como presidente interino?
Em tese, Temer tem amplos poderes como presidente, definindo a condução da política econômica, editando decretos e medidas provisórias, sancionando ou vetando projetos de lei do Congresso e executando todas funções como chefe de Governo e de Estado. "A regra é essa: substitui com plenos poderes", diz Rubens Glezer. Vladimir Feijó concorda com esse ponto de vista, mas faz uma ressalva.
"Li artigos de colegas de direito constitucional que julgam que o presidente em exercício só pode cumprir atividades regulares, sem se intrometer em decisões governamentais, de políticas públicas duradouras. Ele não poderia desfazer medidas tomadas no passado. Do meu ponto de vista, ele pode, mas esse é um debate a ser travado", diz Feijó. Continua...

Dilma exonera ministros: Lula, Cardozo e Wagner já estão sem cargo

Policiais na Esplanada dos Ministérios , em Brasília (DF), durante sessão no plenário do Senado Federal, para votação do prosseguimento do processo de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff - 11/05/2016(ANDRESSA ANHOLETE/AFP)
A edição do Diário Oficial da União desta quinta-feira já traz a lista de exonerações dos ministros e servidores do governo Dilma Rousseff, afastada do cargo por decisão do Senado nesta manhã. Como o resultado da votação já era esperado - ainda que a derrota por 55 votos tenha sido pior do que planejavam os governistas -, as exonerações haviam sido acertadas na quarta-feira pelo agora ex-ministro do Gabinete Pessoal da Presidência Jaques Wagner.
Entre os nomes agora sem cargo, além de Wagner, estão o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ainda figurava como ministro da Casa Civil, o advogado-geral da União José Eduardo Cardozo e o ex-subchefe para Assuntos Jurídicos da Casa Civil Jorge Rodrigo Araújo Messias, o famoso 'Bessias' citado por Dilma nas conversas pouco republicanas em que foi flagrada com Lula pela Lava Jato. Mais uma má notícia, sobretudo para os que estão na mira da Lava Jato: sem cargo, os agora ex-ministros perdem também o foro privilegiado.

Fora Maranhão: Câmara dos Deputados prepara tese para eleger novo presidente

Serraglio: Maranhão fora de cena
O deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) constrói uma tese para justificar a eleição, em caráter emergencial, de um novo presidente da Câmara.
A tese é que a Câmara não pode abrir mão de seu papel na linha sucessória da Presidência da República, e que uma medida excepcional como a adotada pelo STF ao afastar Eduardo Cunha do cargo deve ser respondida pela Casa com outra excepcional.
Assim, seria eleito novo presidente com a condição de que, se o STF reverter o afastamento de Cunha — o que ninguém acredita que vá acontecer — ele retornaria e o presidente eleito deixaria o posto.
Com isso, sairia de cena Waldir Maranhão (PP-PI), que ainda está sob pressão para que renuncie ao posto até o fim de semana.
A saída costurada por Serraglio deve ser endossada pelos líderes partidários e poderá ter o apoio da tropa de choque de Cunha, graças ao acordo segundo o qual ele voltaria caso liberado pelo Supremo.

Collor dá lição de moral, critica fisiologismo e diz que país está ‘no ápice de todas as crises’

O senador Fernando Collor de Melo durante sessão no Senado Federal, que vota o impeachment da presidente Dilma Rousseff - 11/05/2016(Ueslei Marcelino/Reuters)
Investigado na Operação Lava Jato em um sem-número de inquéritos, suspeito de abocanhar 26 milhões de reais em propina do petrolão e senhor absoluto do aparelhamento na BR Distribuidora, o senador Fernando Collor de Mello, pelo menos até hoje o único presidente impichado na história do Brasil, ocupou a tribuna do Senado tarde da noite nesta quarta-feira para passar um pito na administração Dilma Rousseff, um governo que apontou como adepto de "cooptação" e de um "fisiologismo que envergonham a classe política".
Alvo de investigações que indicam que vilipendiou por anos a fio empresas ligadas à Petrobras, Collor se arvorou a condenar o silêncio do PT diante dos corruptos do petrolão, fez menções ao escândalo que levou mensaleiros petistas para a cadeia e resumiu: "Chegamos ao ápice de todas as crises".
Em referência clara ao esquema do mensalão, o primeiro escândalo que se abateu sobre o governo petista, Collor disparou: "Há 11 anos vimos o choro de parlamentares decepcionados com as agruras e a verdade crua de um partido. Hoje, envoltos em tormentos muito piores, não vejo sequer uma lágrima, uma lágrima de constrangimento que seja. Ao contrário: o que se vê é a defesa rouca, cega, mouca e intransigente. Entre retóricas e evidências, entre quimeras e realidades, entre golpe e a farsa do golpe, apesar de tudo e por tudo isso a população brasileira evoluiu na participação política. Mas admitamos que regredimos no agir da política".
Em seu discurso, o ex-presidente indicou que deve votar a favor do impedimento da presidente Dilma,(...)

Mendes autoriza inquérito contra Aécio por caso Furnas

Ministro do STF acatou pedido da PGR, que teve como base a delação premiada de Delcídio do Amaral. Tucano será investigado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro
Presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG) - 19/04/2016(VEJA.com/Agência Brasil)
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes acolheu um dos pedidos da Procuradoria-Geral da República (PGR) para abertura de inquérito contra o senador e presidente do PSDB, Aécio Neves (MG). A decisão de Mendes em autorizar as investigações por corrupção passiva e lavagem de dinheiro contra o tucano, baseadas na delação premiada do ex-senador Delcídio do Amaral, aconteceu no mesmo dia em que ele foi sorteado para relatar o caso no Supremo.
Embora o acordo de colaboração de Delcídio com a PGR tenha sido firmado no âmbito da Operação Lava Jato, o relator da operação no STF, ministro Teori Zavascki, considerou em despacho na terça-feira que as suspeitas que recaem sobre a participação de Aécio em um esquema de corrupção em Furnas, subsidiária da estatal do setor elétrico Eletrobras, não têm conexão com a Lava Jato.
No pedido para investigar o senador tucano, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, solicita que ele preste depoimento ao Ministério Público Federal em um prazo de até três meses, assim como outras pessoas supostamente envolvidas no esquema de corrupção na estatal, como o ex-diretor de Furnas Dimas Toledo. O procurador-geral também pede à Polícia Federal que colete indícios entre o material já apreendido na Operação Lava Jato para a apuração das suspeitas.
Em depoimentos prestados aos investigadores do Ministério Público Federal, Delcídio relatou um diálogo mantido com o ex-presidente Lula, em que o assunto foi a influência de Aécio na diretoria de Furnas comandada por Dimas Toledo, a quem cabia administrar contratos de terceirização. Segundo o ex-petista, em uma viagem em maio de 2005, Lula quis saber quem era Toledo e disse: "Eu assumi e o Janene veio pedir pelo Dimas. Depois veio o Aécio e pediu por ele. Agora o PT, que era contra, está a favor". Na sequência, Lula concluiu: "Pelo jeito ele está roubando muito".

Publicidade
Outro delator da Lava Jato a implicar o presidente do PSDB em suposta corrupção em Furnas é Alberto Youssef. O doleiro afirma que Aécio recebia, por intermédio de sua irmã Andrea Neves, valores mensais da Bauruense. Segundo a PGR, a empresa recebeu 826 milhões de reais da estatal entre 2000 e 2006. As investigações a partir da delação de Youssef foram arquivadas por falta de provas, mas Gilmar Mendes determinou hoje que os autos sejam desarquivados e incorporados ao processo.
outro pedido de abertura de inquérito contra o senador Aécio Neves no STF, também baseado na delação premiada de Delcídio do Amaral. Janot quer investigar o tucano, além do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), e o deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), com base no termo 18 da delação premiada do ex-líder do governo no Senado, em que ele denuncia uma manobra para maquiar dados do Banco Rural apresentados à CPI dos Correios, em 2005. (http://veja.abril.com.br/)