PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

Governo Municipal de Iguaracy realiza a maior Festa de São Vicente Ferrer da Caatingueira

A Festa do Padroeiro São Vicente Ferrer da Caatingueira, comunidade pertencente ao município de Iguaracy-PE, este ano completou 32 anos de existência, e para fazer bonito, o governo municipal que vem trabalhando com o slogan "um novo tempo, uma nova história", trouxe para o encerramento da festa, duas atrações que se apresentaram em um grande palco armado que o prefeito Zeinha fez questão que fosse colocado para abrilhantar ainda mais a festividade.
A população de Caatingueira e região lotou o pátio de eventos para curtir os shows das bandas Forrozão Júnior Mendes e a Banda Forró do Vagabundo que fizeram o público ir ao delírio.
A festa este ano além de grande palco, contou também com uma grande estrutura em toldos para proporcionar maior espaço físico aos barraqueiro e mais conforto a população.
Prefeito Zeinha e vice-prefeito Pedro Alves curtindo a festa com familiares,
amigos e equipe de governo
.
O prefeito do município, José Torres Lopes Filho, ainda no decorrer da semana festiva, durante atendimento no Governo Itinerante, ressaltou a importância da festa de São Vicente Ferrer para a comunidade, disse que daria seu total apoio para a realização da importante tradição e ainda garantiu que muitas ações de infraestrutura seriam realizadas na comunidade.
A primeira atração Forrozão Júnior Mendes, contagiou os bons forrozeiros que não abrem mão de um bom arrasta-pé ao som da musica nordestina. O trio que é da cidade de Carnaíba, chama a atenção por conseguir trazer várias músicas de sucesso para o gostoso ritmo do forró pé de serra.
A segunda atração da noite foi o Forró do Vagabundo que encantou todos os jovens com seu repertório de sucessos fazendo toda praça dançar no ritmo contagiante do vocalista.
Em Iguaracy muitas ações estão sendo realizadas por todo o município e as tradições festivas estão sendo valorizadas. O Governo do prefeito Zeinha está de parabéns por governar sabendo unir o útil ao agradável.
FACEBOOK: Veja todas as fotos do evento na página do Governo Municipal CLICANDO AQUI
Assessoria de Comunicação - Governo de Iguaracy/PE

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Polícia prende, Justiça solta. E a culpa é de quem?

Por Luiz Cláudio Brito*
As polícias pernambucanas prenderam cerca de 15 mil pessoas nos primeiros sete meses desse ano, 10% delas acusadas de homicídio. Vou repetir: 15 mil prisões de janeiro a julho de 2017.
Nunca se prendeu tanto em Pernambuco. E mesmo assim a população continua clamando, com toda razão, por mais policiamento e segurança. Ainda mais quando nos deparamos com casos emblemáticos, como o do jornalista atingido por uma bala disparada por bandidos em fuga na cidade de Caruaru ou nos traficantes que atearam fogo a um carro com dois rivais dentro dele no bairro de Boa Viagem, no Recife. Ambos neste final de semana.
Todos sabemos que chegamos às atuais taxas de criminalidade em função da crise econômica que enfrentamos. O emprego sumiu e a violência explodiu no Brasil inteiro. Em Pernambuco não foi diferente. Como policial, não ouso dizer como conduzir a economia. Mas é da minha competência e da minha obrigação apontar os problemas que impedem a transformação dos esforços empreendidos pelas corporações policiais brasileiras em efetiva segurança para o cidadão.
Vou citar dois casos reais: No dia 20 de agosto passado, três pessoas foram detidas, em Serra Talhada, durante abordagem da Polícia Militar, portando toucas ninjas, colete balístico e até vídeos com exibição de armas idênticas às utilizadas no ataque a um carro-forte ocorrido apenas dois dias antes. Os policiais chegaram a eles após informações de que teriam envolvimento com outros participantes desse crime. Não apenas isso: os três indivíduos possuíam antecedentes criminais por assalto, porte ilegal de armas e tráfico de drogas. Na audiência de custódia, todos foram liberados.
Em julho, um jovem foi preso em flagrante após um assalto a ônibus. Durante a audiência de custódia realizada na 18ª Vara Criminal da Capital, ele confessou ter praticado nada menos que oito assaltos desse tipo. Foi liberado para responder em liberdade. Depois de solto, praticou outros nove assaltos a coletivos. Acabou preso pela polícia posteriormente quando, enfim, seu mandado de prisão preventiva foi expedido pela Justiça. Mas a essa altura já contabilizava 17 crimes. Até onde se sabe.
As audiências de custódia foram implantadas no Brasil em fevereiro de 2015, por proposta do Conselho Nacional de Justiça. O CNJ construiu o modelo a partir do Pacto de São José da Costa Rica, um tratado celebrado em 22 de novembro de 1969. Ou seja, implementamos uma etapa do nosso processo legal com quase 50 anos de atraso ao tratado que a inspirou, totalmente defasado em relação à realidade do Brasil e do mundo. Há décadas, havia uma preocupação, na América Latina, em relação à proteção dos presos políticos, contexto diferente do atual. Segundo pesquisa do CNJ, nossas polícias colocam Pernambuco entre os estados com menos casos de agressões, maus tratos ou tortura contra presos apresentados em audiências de custódia. As notificações não chegam a 1%.
O Pacto de São José da Costa Rica também desconheceu diferenças estruturais de cada país — a exemplo dos sistemas carcerários, ressocialização, escolaridade, índice e padrão de criminalidade. Um tratado totalmente em conflito com legislações mais modernas. O Estatuto do Desarmamento brasileiro (Lei 10826, de 22 de dezembro de 2003), por exemplo, classifica como crime inafiançável o flagrante por porte de armas de uso exclusivo das forças armadas, como fuzis. Pelo tratado, não é feita a diferenciação entre os tipos de armamentos. Se for réu primário e tenha cometido um crime considerado de menor gravidade ou potencial ofensivo, um indivíduo portando armamento de guerra pode retornar às ruas e responder em liberdade.
O gráfico mostra que a partir de 2013, com a crise econômica, as vagas de emprego (curva em amarelo) foram sendo reduzidas e o número de homicídios (curva branca) cresceu na mesma proporção.
Digo mais: a resolução que criou as audiências de custódia desconhece a realidade do próprio Poder Judiciário. Em muitas cidades do interior do Brasil não há juízes plantonistas. Isso obriga nossos policiais a conduzirem esses presos por muitos quilômetros até um município que possua plantão. Para fazer uma escolta, a PMPE emprega, geralmente, o dobro de homens em relação aos presos. Se são dois presos, 4 policiais são destinados à missão. Uma audiência pode demorar, a depender da fila de espera, um dia para ser concluída. Nessas 24 horas, os policiais ficam indisponíveis para o trabalho de segurança nas ruas.
Neste momento, a Secretaria de Defesa Social, a Defensoria Pública, o Ministério Público de Pernambuco e o Tribunal de Justiça de Pernambuco estão tentando desenvolver uma logística que diminua esse problema. Hoje a Polícia Militar de Pernambuco tem uma perda de 20% da sua capacidade de policiamento em função das escoltas para realização de audiências de custódia.
Dá para melhorar? Claro que dá. O Rio Grande do Sul, por exemplo, libera apenas 14% dos presos em flagrante.
Os policiais pernambucanos estão fazendo sua parte. O Governo do Estado também está, através de um investimento de R$ 290 milhões num plano de segurança que vai colocar mais 4.500 policiais nas ruas (uma turma com 1.500 deles se forma agora em setembro), que adquiriu 1.000 novas viaturas, que criou novos batalhões e companhias independentes pelo interior, que criou o BOPE Pernambuco, que adquiriu mais e melhores armamentos e equipamentos de proteção para os policiais.
Os recursos humanos, mesmo considerando os reforços, não são infinitos. Temos uma tropa motivada, que se arrisca diariamente para defender a sociedade contra uma criminalidade fortemente armada, capitalizada, enraizada e capaz de qualquer atrocidade para manter a rentabilidade do seu “negócio”. E a sensação de “enxugar gelo” é nefasta para nossos policiais. Dos Crimes Violentos Letais Intencionais de Pernambuco, termo técnico pelo qual nos referimos aos homicídios, cerca de 60% têm motivação na guerra do tráfico de drogas e extermínio. São os mesmos criminosos praticando centenas de assassinatos, entrando e saindo do sistema penal.
Quanto à pergunta posta no título deste artigo, só posso garantir que o único que não tem culpa alguma nisso tudo é o cidadão. Esse deseja imensamente que as instituições se articulem e se movimentem no sentido de garantir proteção, ordem, tranquilidade e bem-estar social a todos.
*Major da Polícia Militar de Pernambuco
https://www.facebook.com/BlogTvWebSertao/#
CURTA a página da Web Sertão e tenha no feed de notícias do
seu Facebook as principais notícias do momento.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

TE VI NA WEB - FESTA DE SETEMBRO 2017 NA CAATINGUEIRA











Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Fome volta a crescer no Brasil e no mundo

Uma mazela antiga volta a nos assombrar: a fome. Relatório divulgado ontem pela FAO (Organização das Nações Unidas para a alimentação e a agricultura) e outras quatro agências da ONU, em Roma, informa que temos hoje no mundo 815 milhões de pessoas passando fome — é gente demais: 11% da população mundial, e o equivalente ao número de habitantes dos Estados Unidos e da União Europeia, juntos. Em 2015 eram 777 milhões nessa situação. É a primeira vez, desde 2003, que a fome torna a aumentar no mundo.
Para quem pensa que a elevação se verificou apenas em países africanos atingidos por mudanças climáticas e nações em cujo território há conflitos armados, o conteúdo do relatório mostra que não é bem assim — a fome voltou a crescer também na América do Sul, região que na última década vinha sendo apontada como exemplo de sucesso na erradicação do problema.
Em 2000 a taxa na América do Sul era de 12,2%. De lá para cá houve um acentuado progresso, e em 2013 o índice havia sido reduzido para 4,7%. A partir de então o percentual começou a subir novamente. Chegou a 5% em 2015; no ano seguinte bateu em 5,6%. Ou seja, os indicadores são de uma escalada. “Existem sinais de que a situação pode estar se deteriorando, principalmente na América do Sul”, afirma trecho do estudo. O diretor-geral da FAO, José Graziano, referiu-se de forma crítica a “governos sul-americanos” que estariam cortando proteções sociais para resolver problemas fiscais. A afirmação pareceu uma crítica velada a países como o Brasil, que tem adotado políticas com este fim. Graziano é ex-ministro do governo Luiz Inácio Lula da Silva.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Cultura dos grandes campeonatos Iguaracienses de futebol é retomada.

Desde o inicio do Campeonato Iguaraciense de Futebol 2017, o grande público que se desloca ao Estádio Capitão Dionísio vem surpreendendo, com jogos aos sábados e domingos, o campeonato volta a chamar a atenção dos Iguaracienses que tinham perdido o habito de ir ao estádio.
“Eu acredito que esse campeonato é de suma importância. Não apenas para o lazer, mas também para o resgate da cultura que tínhamos, pois sempre fomos conhecidos como uma cidade que organizava grandes campeonatos, e nos últimos anos tínhamos perdido esse titulo, já neste ano vemos a recuperação dessa cultura. Fico feliz, pois as Famílias Iguaracienses estão comparecendo ao estádio aos sábados e domingos, onde antes apenas os bares serviam de lazer nos finais de semana.” disse Cristiano Nunes, dirigente do Botafogo da rua do Campo.
No último sábado o Jabitacaense empatou em 1 a 1 com o Juventude pela serie A do campeonato, as duas equipe estão fora da zona de classificação, tendo que ir pra o tudo ou nada nas duas últimas rodadas. Na serie B o Juventude venceu o Jabitacaense por 1 a 0 com um gol no segundo tempo feito por Maurilinho.
No domingo pela manhã, jogaram as equipes do Real Madrid e Caldeirões pela primeira rodada, partida que havia sido cancelado pela comissão disciplinadora, a equipe do Caldeirões venceu a partida por 3 a 2.
No período da tarde, valendo pela terceira rodada, o Palmeiras da Pedra atravessada venceu o Botafogo da rua do Campo, por 2 a 0 e segue líder isolado do grupo ‘B’ da primeira divisão com 7 pontos.
Pela série ‘B’, as equipe empataram em 1 a 1 e seguem na zona de classificação.
Click em 'Mais informações' e veja mais fotos.
Mais informações »
Assessoria de Comunicação - Governo de Iguaracy/PE

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Veja como ficou a classificação do campeonato Iguaraciense de Futebol, após o inicio da terceira rodada

Assessoria de Comunicação - Governo de Iguaracy/PE

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

STF revalida prática das vaquejadas

Representantes de associações relacionadas à vaquejada comemoraram mais uma decisão da Justiça acerca da prática no País. A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a decisão do então ministro Teori Zavascki, de dezembro de 2016, que negou seguimento a uma reclamação da organização de defesa dos animais Faos. A instituição questionou a decisão da 2ª Vara da Fazenda Pública de Teresina, que manteve a prática na programação da 66ª Exposição Agropecuária, realizada na capital piauiense naquele mesmo mês. (Via: Folha PE)
https://www.facebook.com/BlogTvWebSertao/#
CURTA a página da Web Sertão e tenha no feed de notícias do
seu Facebook as principais notícias do momento.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Desmatamento ilegal da caatinga piorou, denuncia Grupo Fé e Política

Uma denúncia feita pelo Grupo Fé e Política identificou a continuidade das ações de desmatamento da caatinga na região do Pajeú.
A imagem clássica de caminhões deixando a área carregados de madeira retirada de forma ilegal continua sendo tão registrada quanto antes da série de mobilizações para cobrar combate à desertificação. Em algumas cidades, a área preservada da Caatinga não chega a 20%.
O Debate da Dez da Rádio Pajeú recebeu o Padre Luiz Marques Ferreira, o técnico Afonso da Diaconia e o promotor Lúcio Luiz de Almeida Neto para diagnosticar responsabilidades e um novo plano de ação para tratar do tema.
O Padre Luizinho afirmou que a legislação é muito clara, mas falta cumprimento das autoridades na fiscalização e punição dos que continuam contribuindo para esse desmatamento. “A Polícia poderia fazer essa fiscalização”, afirma. Dentre as denúncias do grupo, a de que quem leva madeira de forma ilegal daqui costuma usar um só DOF – Documento de Origem Florestal, o ano todo. Há até indústria de comercialização do documento.
O promotor afirmou que essa questão está sendo discutida na pauta do MP na região. Ele afirmou que já foram pactuadas duas vezes ações articuladas pelos órgãos de controle, em vão. O assunto voltará a ser tratado na próxima reunião do MP, ainda esse mês. “Tem que haver ação eficaz. Não justifica o governador prometer ação e o máximo que o Estado faz é apreender gaiola de passarinho”.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Secretaria de Agricultura de Iguaracy, entrega 20 mil raquetes de palma a agricultores do município

O Governo Municipal de Iguaracy, através da Secretaria de Agricultura, distribuiu mais de 20 mil raquetes de Palma forrageira, para os pequenos produtores do município.
Essas raquetes foram distribuídas na secretaria de Agricultura localizada na Fazenda Experimental do Estado durante o projeto Governo Itinerante.
Em conversa com o secretário Geraldo Messias, ele informou que estão em busca da reativação do núcleo de pesquisa de Palma Forrageira, em parceria com o Governo Estadual através do IPA, e comemorou a implantação do banco de mudas para a reintrodução de culturas como, bananeira e batata doce no município, culturas essas que foram dizimadas pela estiagem prolongada, todas as mudas, melhoradas geneticamente, sendo duas variedades de bananeira e cinco variedades de batata doce desenvolvidas pelo IPA.
Assessoria de Comunicação - Governo de Iguaracy/PE

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Mãe de filho assassinado em Afogados agradece solidariedade

Por Inácia Soares*
A paz do Senhor esteja contigo!
Saúdo a todos e venho agradecer a solidariedade do povo de Afogados da Ingazeira e cidades vizinhas. Sei que a precoce morte de meu filho e a forma covarde com que ele foi brutalmente assassinado chocou a população.
O que mais me impressionou foi a revolta do povo em diversas manifestações, pelo que agradeço.
Para mim e minha família está sendo muito difícil conduzir as nossas vidas sem a presença de meu filho, que foi neto, irmão, esposo, pai, amigo honesto, calmo, afetuoso, amoroso, companheiro, enfim, uma pessoa do bem.
É com pesar que falo de meu filho ainda transtornada com a falta dele, pois junto com ele foi uma parte de mim. Sei que a justiça já está tomando suas decisões perante a covardia humana.
Deus terá misericórdia de todos nós, da família e amigos de Ocimar. Acredito que Deus fará justiça, pois um crime assim não passará impune.
Crendo na ressurreição, sei que a alma de meu filho descansa em paz.
Agradeço mais uma vez a solidariedade e orações . Obrigada a todos,
*Inácia Soares da Silva é mãe de Ocimar Soares da Silva, 27 anos, morto há uma semana em um bar de Afogados da Ingazeira. O acusado está preso. (Nill Júnior)
https://www.facebook.com/BlogTvWebSertao/#
CURTA a página da Web Sertão e tenha no feed de notícias do
seu Facebook as principais notícias do momento.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Senado abre consulta pública sobre revogar estatuto do desarmamento

O Senado abriu uma consulta pública para saber a opinião dos brasileiros sobre a revogação do Estatuto do Desarmamento. A lei, de 2003, limitou a comercialização e o porte de armas de fogo.
A consulta no site do Senado deve permanecer aberta enquanto a proposta do senador Wilder Morais (PP-GO) tramita na casa. Até a manhã de terça-feira, mais de 50 mil pessoas já haviam se posicionado: 48.368 a favor e 1.753 contra.
Apesar de a população ter rejeitado em referendo realizado em 2005 a proibição da comercialização de armas de fogo e munição em território nacional, as demais regras restritivas do Estatuto continuam valendo.
O senador propõe que a população seja consultada sobre três questões: se a população rural com bons antecedentes deve ter o porte de arma assegurado; se o Estatuto do Desarmamento deve ser revogado e substituído por uma nova lei que assegure o porte de armas de fogo a qualquer cidadão preencher os requisitos; e se o Estatuto do Desarmamento deve ser revogado e substituído por uma lei que assegure a posse — e não o porte — de armas de fogo a qualquer cidadão preencher os requisitos.
Ter a posse de uma arma de foto significa manter uma arma em casa ou no trabalho. Já o porte garante o direito de andar na rua com a arma.
Atualmente, a pena prevista para a posse irregular de arma de uso permitido vai de um a três anos com multa, enquanto a pena para a posse ilegal desse tipo de arma varia de dois a quatro anos, também com multa.
As penas para a posse e o porte de armas de uso restrito (usadas pela Polícia e pelas Forças Armadas) são maiores e chegam a seis anos.
Para o senador, a lei atual garante segurança aos criminosos, que continuam “trabalhando” armados, mas não à população, que vive angustiada.
“As pessoas não podem ficar reféns do crime. Não podem se trancafiar cada vez mais, enquanto os criminosos andam e cometem crimes em plena luz do dia”, afirmou Wilder Morais.
https://www.facebook.com/BlogTvWebSertao/#
CURTA a página da Web Sertão e tenha no feed de notícias do
seu Facebook as principais notícias do momento.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Polícia prende suspeitos de atirar no jornalista Alexandre Farias

Foto: Polícia Militar divulgação. Informações do G1 Caruaru
Foram presos três dos cinco suspeitos de atirar no jornalista Alexandre Farias em Caruaru, Agreste de Pernambuco.
De acordo com a Polícia Civil, as prisões ocorreram após um tiroteio na tarde desta segunda-feira (18) no sítio Maniçoba, na zona rural do município. Um quarto suposto criminoso foi morto a tiros durante o confronto, conforme informou a polícia.
Ainda segundo a Polícia Civil, o quinto suspeito fugiu e, até a publicação desta matéria, não foi localizado. A troca de tiros entre policiais e os criminosos durou cerca de 15 minutos. Os suspeitos foram presos após a polícia receber uma denúncia.
Equipes da Polícia Civil e Militar se dirigiram até uma casa da zona rural e foram atendidos por uma mulher, que informou que não havia mais ninguém no local. Após ouvirem barulhos, os policiais entraram na residência e trocaram tiros com os supostos criminosos.
Os suspeitos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Caruaru.
O estado de saúde de Alexandre é grave, mas estável, de acordo com os médicos. A equipe médica realizou procedimentos cirúrgicos na madrugada do domingo (17) e convocou uma coletiva de imprensa na manhã desta segunda (18). No segundo dia de internação, ele segue na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sedado e em coma induzido.
https://www.facebook.com/BlogTvWebSertao/#
CURTA a página da Web Sertão e tenha no feed de notícias do
seu Facebook as principais notícias do momento.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Em oito meses, Caruaru já tem 40% mais assassinatos do que todo o ano de 2014

Nos oito primeiros meses deste ano, o município de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, registrou 193 assassinatos. Para se ter uma ideia do tamanho da violência, 137 mortes foram contabilizadas ao longo de todo o ano de 2014 na cidade. Isso significa que há um aumento de 40,8% no número de assassinatos. E ainda faltam quatro meses para o ano acabar.
A violência desenfreada em Caruaru voltou à tona após o tiroteio, na noite do sábado, que acabou com o jornalista Alexandre Farias, da TV Globo, baleado na cabeça. O caso está sendo investigado pela polícia, mas os suspeitos continuam foragidos.
O município do Agreste é o quarto com maior número de mortes em Pernambuco. Perde apenas para Recife, Jaboatão dos Guararapes e Paulista, todos na Região Metropolitana.
As estatísticas de crimes contra o patrimônio (assaltos, em geral) também são assustadoras em Caruaru. Foram mais de 6 mil ocorrências registradas pela polícia, segundo a Secretaria de Defesa Social.
COBRANÇA: Em tom político, a prefeita Raquel Lyra cobrou ações do Governo do Estado para diminuir a violência na cidade. “É inaceitável a situação de vulnerabilidade que nós, da população de Caruaru, estamos vivendo diariamente, devido à falta de segurança. Faço por aqui também, da mesma maneira que venho fazendo através de expedientes e reuniões com o Governador Paulo Câmara, mais uma vez, o meu apelo para que melhore as condições das polícias que atendem o município”, diz trecho de nota divulgada à imprensa nesse domingo.
O Governo do Estado, por sua vez, usou as redes sociais para dizer que está investindo na segurança de Caruaru. “Continuamos colocando o #PlanoDeSegurança em execução com o objetivo de levar mais tranquilidade para a população de todas as partes do Estado.
Em #Caruaru, será inaugurado em novembro o primeiro Batalhão Integrado Especializado de Policiamento do #Agreste, que vai integrar o trabalho de várias equipes para reforçar a segurança na região”, diz o texto postado na página do Governo no Facebook. (Via: Ronda JC)
https://www.facebook.com/BlogTvWebSertao/#
CURTA a página da Web Sertão e tenha no feed de notícias do
seu Facebook as principais notícias do momento.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...